Halleluya: a festa que nunca acaba!

     Este slogan do Halleluya 2000 é recordado até hoje por muitos! Mas por que se diz que o Halleluya é a festa que nunca acaba ? 
     São cinco dias de alegria, de diversão, de festa mesmo! Jovens, famílias, crianças, pessoas vindas de todo lugar, que se reúnem no CEU (Condomínio Espiritual Uirapuru), em Fortaleza, para cantar, dançar, pular! Expressam com o corpo aquilo que vivem na alma! Ah! Aqui está a resposta: a alegria vem da alma, vem de dentro, por isso é imortal, como a alma humana, por isto não acaba! É uma alegria que não se esvanece com o fim das doses, da noite, da "lombra" ou da "parada"! Não! É algo que eleva a alma para algo maior, melhor! É uma festa que vai ao encontro do desejo de para-sempre existente no coração humano! E, como bem sabemos, só Deus pode saciar este nosso desejo.
     Quem, como eu, já curtiu todo tipo de festa sabe do que estou falando. Basta lembrar o "day-after", ou seja, o dia seguinte. Aí se diferencia aquilo que passa do que permanece.
     E você ? Qual a sua experiência com o Halleluya ? O que marcou você ? 
     Shalom!
     Álvaro Amorim.
     Consagrado na Comunidade Católica Shalom.
 Share/Bookmark Creative Commons License
 Imagem: Banda Alto Louvor no Halleluya 2008.

2 Comentários:

Daiane comentou:

Meu amigo, meu day-after do Halleluya também é pesado viu, chego mooorta de cansada de tanto pular, dançar... Mas a grande diferença é a paz na alma que fica depois de me embriagar do Espírito Santo, pq lá meus irmãos a gente flutua na ora da adoração. Não existe um estimulante de vida melhor do que Ele.
Um abração.
Shalom!

Álvaro Amorim comentou:

Querida Daiane,
Suas palavras me recordaram uma frase do jovem Ronaldo Pereira, irmão nosso consagrado na Comunidade de Vida, que ofertou sua vida em missão, partindo para Deus após pregar um retiro, em 1995: "Não há nada melhor do que ter me cansado oferecendo minha vida para Deus!"
Shalom!
Álvaro Amorim.
Consagrado na Comunidade Católica Shalom.

Postar um comentário